11/06/2012

Paulo Borges fala sobre a 33ª edição SPFW

Paulo Borges durante coletiva de imprensa ©Juliana Knobel/FFW
Paulo Borges idealizador do SPFW mais uma vez inova e surpreende a todos com sua visão de mundo e futuro,  atento ao projeto "A gente transforma"  do designer e arquiteto Marcelo Rosenbaum sobre sustentabilidade que traz para o seio da moda a inclusão social. 
No momento em que o mundo volta o olhar para o Brasil para pensar e discutir questões pertinentes ao meio ambiente na Rio + 20, é preocupação de todos nós que todo o planeta viva de maneira sustentável. E não tem como ser sustentável sem inclusão social, sem olhar para as minorias, sem valorizar o terceiro setor.   O Brasil é um país emergente e possui milhões de artesões empreendedores de grande potencial esquecidos   pela desigualdade social. 
Hoje lendo algumas publicações do SPFW lembrei muito do João Braga ( meu ex-professor de História da Moda na FASM ) em sala de aula quando  falava que o Brasil precisava olhar para seu próprio umbigo e descobrir uma "identidade brasileira". O João Braga fazia um leitura muito atual da moda hoje. E por isso faço questão de colocar um recorte do texto de Laura Artigas em Coletiva de Imprensa uma fala de Paulo Borges a respeito da identidade moda brasileira: "... O país tem que construir sua própria cultura de moda. Durante muito tempo, aprendemos um Brasil que não é o Brasil, colonizado e com os olhos voltados para a Europa e Estados Unidos. De tempos em tempos temos que gritar para reafirmar nossa identidade - citando a Semana de Arte Moderna de 1922. Temos que nos auto referenciar. A crise mundial faz com que o Brasil redesenhe seu papel". 
A história da moda brasileira caminha realmente para um "outro novo viés" amadurecida e inclusiva.
Vale a pena também conhecer mais sobre Marcelo Rosenbaum  tô apaixonei por esse cara !

Nenhum comentário: